Soul da Disney Pixar é a História da Vida das Almas

Soul da Disney Pixar é a História da Vida das Almas

Uma Alma das Trevas sempre trás SPOILER novo, prossiga por sua conta e risco…

Mentira vai ter muito não, só um pouquinho!

Soul (Alma / pt Soul: Uma Aventura Com Alma) é a animação cheia de trocadilhos lançada em 2020 pela Pixar / Disney, onde Joe Gardner é um professor de música do ensino médio que sonha em ser um músico de jazz, que quando finalmente tem uma chance no Half Note Club, se acidenta e começa a viver através de aparelhos, o que manda sua alma para fora do corpo em uma experiência de quase morte.

Após o desespero na fila da “reciclagem da alma”, seu corpo etéreo cai no nada que envolve a escadaria interminável das almas, parando no Seminário Você, um centro de formação para Almas Novas, onde elas se desenvolvem, se preparam e ganham paixões antes de formarem um recém-nascido. Joe é confundido com um “coach de alminhas” e desejando retornar à sua vida na Terra, trabalha com a alma em treinamento chamada 22, que não quer de forma alguma ir para a Terra e já está a anos no Seminário Você

A Música Soul

Conhecendo o estilo musical Soul e um pouco de história!

De acordo com o Hall da Fama do Rock and Roll, soul é: música que surgiu da experiência negra na América através da transmutação do gospel, rhythm and blues em uma forma de testemunho secular e funky. Ritmos cativantes, enfatizados por palmas e movimentos corporais extemporâneos, são uma característica importante da soul music. Outras características são uma chamada e resposta entre o vocalista principal e o refrão e um som vocal especialmente tenso. O estilo também usa ocasionalmente adições improvisadas, rodopios e sons auxiliares. A música soul refletia a identidade afro-americana e enfatizava a importância de uma cultura afro-americana. A consciência afro-americana recém-descoberta levou a novos estilos de música, que demonstravam o orgulho de ser negro. Wikipedia

 

Os animadores das almas do filme buscaram por formas vaporosas, etéreas e não físicas, baseando os desenhos em definições sobre as almas dadas por representantes religiosos e culturais. Eles criaram um cenário e uma técnica de desenho linear para complementar a animação.

A princípio, parece que teremos um novo Viva/Coco, mas a animação acerta em falar sobre todos os tipos de almas e seus supostos problemas no decorrer, antes e depois da vida. Problemas, aflições, frustrações, essas coisinhas chatas que todo mundo tem, cada um a seu modo! Entra também nas teorias de aprendizagem com direito a empirismo, inatismo e tábula rasa e puxando mais um pouco, numa discussão maravilhosa e interminável sobre ter um propósito, fazer o que deseja ou apenas viver ou ainda o determinismo bíblico contra o livre arbítrio

Além de tudo isso temos a transcendência que pode ser atingida de diversas formas e seu líder que dirige um navio entre pessoas que se perdem e se prendem durante a vida. A animação é ótima e se propõe a retirar o peso excessivo do ombro das pessoas, você ainda pode ter foco, pode desejar um propósito, pode deixar a vida te levar, mas se lembre que em alguns momentos o jazz e o soul, a improvisação e a perseverança serão seus mais importantes parceiros de vida!

Vale a pena tudo isso só pra viver?

Alma 22

 


Novidades da nossa loja virtual...

Deixe uma resposta

comment-avatar

*