[Já viu?] O que achamos de “Whiplash”: Em busca da perfeição

[Já viu?] O que achamos de “Whiplash”: Em busca da perfeição

whiplash-1

Andrew Neiman é um estudante de música num dos melhores conservatórios dos Estados Unidos, em busca do reconhecimento de  Terence Fletcher, melhor professor de lá. Num de seus treinos exaustivos, Andrew é ouvido por Terence, que o convida para fazer parte de sua turma. O professor busca formar alunos que sejam mestres em música e que possam superar seus limites e os limites do lugar comum da música. Com métodos violentos e muita pressão psicológica, Fletcher vai cutucando seus alunos, ofendendo e fazendo perguntas que só bons músicos saberiam responder enquanto lhes atira objetos. Você sabe ler música? Está rápido ou lento? Quem está desafinado?

O filme não é só sobre música, ele é profundo, mostra a grande busca pela perfeição de um rapaz jovem. Durante essa busca ele abandona muitas coisas, assim como seu orgulho. Mas Andrew não é só mais um aluno, ele é capaz de passar por cima de seus limites para conseguir o que quer.

O filme me lembra muito Cisne Negro, que deu Oscar de melhor atriz para Natalie Portman. É sobre a paranoia da perfeição.

Treine Caravan, treine Whiplash, treine os clássicos, treine muito, treine mais, treine o que será tocado e o que não será também. Treine até doer! Treine até machucar! Seja perfeito! Supere-se!

Ouça as duas músicas principais do filme:

Em uma atualidade onde os jovem querem tudo fácil, onde não lutam contra seus limites, o filme deixa uma grande mensagem: Vale tudo pela perfeição?

Pressão sem cessar é o incentivo certo para o desenvolvimento? Deixem seus comentários.


Novidades da nossa loja virtual...

Deixe uma resposta

comment-avatar

*