Filme Imortais traz Whiplash e Superman lutando na guerra dos titãs e deuses

Filme Imortais traz Whiplash e Superman lutando na guerra dos titãs e deuses

Dos mesmos produtores de 300 – Imortais (Immortals) com estreia dia 30 de dezembro de 2012 com  Superman / TeseuHenry Cavill e Chicote Negro / Rei HyperionMickey Rourke.
O filme começa meio chato, mas logo Teseu  (bisavô de Chuck Norris) mostra porque nas olimpíadas  é tão importante o arremesso de dardo…
O Rei Hyperion busca o arco de nome feio (gemas Epirusov) que pode ter o poder de derrubar os antigos deuses, no caminho para sua ascensão estão os povos do mundo conhecido que protegem a antiga religião e a prisão dos titãs, inimigos dos deuses e únicos que podem rivalizá-los em poder (parente é uma fezes – detalhe do parentesco / poder é o elmo usado por ambos – eram filhos de Uranus). Para encontrar o arco é necessário seguir as visões de um oráculo, uma mulher que pode prever o futuro e que o Rei persegue incessantemente, com a sacerdotisa, o arco será encontrado e com o arco os titãs serão libertos declarando guerra contra os deuses liderados por Zeus (o tarado).


Os deuses são impedidos de intervir nos assuntos mortais de forma incisiva, só podendo fazer algo de forma oculta, como um efeito colateral, nunca aparecer ou quebra a lei de Zeus e morrerá… falaram até sobre livre arbítrio!
As cenas em que não existe o combate, partes que falam sobre a história são meio massantes não é ponto comum mitologia grega e bastante coisa não fala sobre ela mas sobre a vida de Teseu (o homem em que Zeus acredita, claro após bastante “treino divino”), a parte boa é que quando as lutas começam, principalmente as dos deuses contra os titãs no Monte Tártaro (antiga prisão dos titãs), vale a pena toda a espera para quem gosta de filme de ação, não é um filme de história grega.
Hyperion tem muito destaque para mostrar que é realmente o mal da época, matando e aleijando aliados e inimigos sem dó nem piedade, alegando que quando precisou dos deuses, eles não quiseram ajudar (por isso toda “conversa divina” sobre o livre arbítrio e tudo mais, explicando o motivo de não se envolverem, e quando se envolvem sem permissão, um deus morre, só pra mostrar que o pai dos deuses não estava brincando…)


Na mitologia Hyperion era um dos titãs e o Minotauro foi derrotado dentro do labirinto, na adaptação, o rei e a “fera” não ficaram ruins não, só ficaram longe da mitologia…


Imortais dá nome a um tema explorado em outros filmes: a lembrança dos homens que escrevem ou que são retratados na história, deixando seu legado e seu nome registrado pelos séculos, no final o pai dos deuses leva Teseu como um novo deus e seus feitos são registrados para a posteridade, como seu legado um filho e como tutor da criança ninguém mais ninguém menos que Zeus, disfarçado é claro, como ele gosta de andar pela Terra…

Um ótimo filme para quem gosta de ação e não tem problemas quando futucam na história mitológica…

As melhores partes do filme se encontram nos trailers.


Novidades da nossa loja virtual...

Deixe uma resposta

comment-avatar

*