CCXP 2015 | Comic Con Experience repete os erros da Campus Party no São Paulo Expo

CCXP 2015 | Comic Con Experience repete os erros da Campus Party no São Paulo Expo

topo--quarto-geek-ccxp

Tudo, pronto, expectativas lá no alto, afinal, Vai Ser Épico! Só que mais ou menos!

Os Zherros e os acertos

Ótimo local para ônibus, saiu do terminal, lá estavam eles, grandes e gratuitos!

Resolução de problemas ou Incidências, um belo nome para a primeira fila, a de resolver problemas. Aí você tem um problema de pagamento ou outro com sua credencial e precisa chegar e enfrentar a primeira fila. Bastante gente tinha informações e te indicavam os locais corretos, mas ainda haviam uns CCXPPartners perdidos sem informação completa.

Depois de resolver problemas chega a hora da peregrinação, se por acaso houvesse alguém da imprensa que quisesse acompanhar o pessoal da credencial comum, tavafudido, iria passar por maus bocados. Primeiro teria que enfrentar uma fila imensa que ia do local do desembarque até a transformação em fila única. Não satisfeitos haviam uns locais de retenção onde enchiam com gente currais, tipo aqueles de mandar o boi pro matadouro, e tinha gente na fila…

“Vocês que fazem parte dessa massa,

Que passa nos projetos, do futuro

É duro tanto ter que caminhar

E dar muito mais, do que receber.

E ter que demonstrar, sua coragem

A margem do que possa aparecer.

E ver que toda essa, engrenagem

Já sente a ferrugem, lhe comer. 

Eh, ôô, vida de gado

Povo marcado, ê

Povo feliz”

12278203_10203709648221244_1384720205_n

Passados dois ou três lances de curral, vinha o momento conferência de credencial e depósito de doação de livro (pagou meia, doe um livro). Local de doação, no momento em que passamos, não havia vivalma, e o pessoal jogava os livros que fazia montanhas e se espalhavam pelo chão.

12346861_10203709648021239_1850571386_n

Momento peregrinação. Esse foi sinistro. O antigo Centro de Exposições Imigrantes, agora, São Paulo Expo, está em obras, de forma que o chão está irregular, tem água vazando por todos os lados e precisou de uma “capa de lego” para que pudéssemos caminhar longos e dolorosos minutos, como em uma romaria, enquanto o pessoal da imprensa passava livre em um cantinho. O terreno irregular, o lego mal encaixado poderia ter causado vários acidentes, se é que não causou, eu mesmo tropecei e dei aquela disfarçada de estar tirando barro do tênis…

12319688_10203709647701231_1050432223_n 12348605_10203709647781233_1715168157_n

Preços, oh, que terrível! Mentira, o preço está em acordo e tinha MUITA, muita gente que pode pagar SIM! E participou de diversas atividades que oneravam muito na experiência. Obrigado Dilma, não pera!

Palestras e salas gratuitas, cara aqui deu vontade de matar um. As melhores palestras estavam entre outras tantas, mas isso vai do interesse de cada um, tinha gente que queria ver letreiramento de quadrinhos, colorização, roteiro, etc o problema é que eram uns quatro auditórios e em cada um deles, próximo do final, apareceriam ícones da cultura. Por isso quem entrava não queria sair e ficava esperando até o evento principal, privando quem desejava ver apenas as palestras intermediárias da entrada. Nos grupos já haviam sido deixadas mensagens dizendo que as pessoas teriam que lutar pelos painéis, não acredito que precisava de tanto. Um ponto seria esvaziar a sala ao fim de cada um, quer ver a próxima, deixe alguém na fila ou saia minutos antes.. Na Campus Party por exemplo é tudo no meio da galera, em palcos com hora marcada, por ser aberto não havia limite de pessoal por palestra. O que foi resolvido no domingo (depois que fomos embora) com o pai do Chris – Terry Crews, Two and a half men – Adam Sandler; Jacob Black lobo do Crepúsculo – Taylor Lautner; Hugo “Hurley” Reyes do Lost Jorge Garcia, que passaram fora dos auditórios, foram ovacionados e todos puderam vê-los.

Falta de luz. Assim como a Campus Party em 2011, cuja edição foi no mesmo lugar, choveu muito, faltou luz, apesar de terem garantido que não haveria falta de luz naquele ano, naquele local... e molhou as áreas internas próximas às paredes, nada que não possa ser resolvido, como a CCXP está apenas no seu segundo ano, acredito que muito possa e será melhorado, vide CP hoje em dia!

Segurança. Em local nenhum fomos parados, não passaram detector de metais, não revistaram as bolsas, nem as pessoas, isso já aconteceu na Campus, depois melhorou muito, tanto que até um curvex foi retido (não na minha bolsa)..

Os pontos fortes eram estandes maravilhosos, senti falta de brindes nos stands, espaço para descanso como puffs espalhados pelo evento. Os preços de alimentação estão dentro dos padrões para eventos. Excelentes convidados confirmados e cosplays espalhados por todo o lugar.


Novidades da nossa loja virtual...

Deixe uma resposta

comment-avatar

*